26-03
?
Guria, sei que tá difícil mas não me abandona não, pensa em mim com carinho vai. Não desiste ainda, não antes de começar. To aqui, só pra você então aproveita, porque uma chance dessas só acontece uma vez na vida.
Dex and Em, Em and Dex.  (via quase-heroi)
?
Acordei, fui ao banheiro, olhei no espelho e vi alguém que vale a pena amar.
Marcello Henrique.  (via sou-inseguro)
?
Faz assim: me guarda num cantinho dentro de você.
Clarissa Corrêa.    (via nevou)
?
E aqueles clichés de filme hoje fazem sentido pra mim, porra, não queria ter te conhecido, me arrependo de dizer isso: Te conheci na hora errada, no lugar errado e infelizmente pra você, eu era a pessoa errada.
Sempre te achei certa pra mim.    (via quase-heroi)
?
“‎Homens engraçados são sempre os melhores partidos. Eles podem ser médicos, roteiristas, jornalistas, artistas plásticos, advogados… não importa. O homem que faz uma mulher rir não é conhecido por uma profissão mas sim pela expressão “foi o melhor namorado que já tive.”
Tati Bernardi. (via auroriar)
?
Conheço pessoas que não têm ciúme. E admiro, admiro mesmo. Já ouvi falar que ciúme é sinal de insegurança, que ciúme é imaturidade, que ciúme é bobagem. Já ouvi dizer que ciúme é prova de amor. Olha, eu não sei definir o que é o ciúme, só sei dizer que a gente fica meio cega, meio burra, meio surda e fala muita besteira. E depois se arrepende. Acho que um pouquinho de ciúme é saudável.
Clarissa Corrêa. (via declamador)
?
Abraço é coisa tão séria que não se empresta, se dá. E quando os corpos se encostam, todos os chakras se tocam. Abraço é coisa tão séria que junta os dois corações: pode ecoar para sempre ou esvaziar por inteiro. Pois quando a gente abraça, traz para dentro a pessoa: com bagagem, passado, infância, viagens e o principal: seu perfume espiritual. E o que recebemos nem sempre é o que damos, por isso alguns são afagos que nutrem por um longo tempo e outros, desespero pra matar a fome, um devoramento. Recuso abraçar levianamente, abraço com meu enrosco de afeto demais, amor puro, corpo colado para o abraço ser sentido, ter sentido. Abraço que é de verdade pode até ser dado de longe, pois ultrapassa as esferas e desconhece distâncias, é todo feito de encontro. Abraço é coisa tão séria que há de ser doce, leve, divertido, espontâneo, mesmo quando acalanto, colo ou celebração. A gente agarra por impulso de carinho porque a sintonia é a mesma. E quando o abraço termina, quando ele é dado de graça, fica a cosquinha no peito, uma brisinha na alma e a harmonia instalada.
Marla de Queiroz.  (via declamador)
?
Por mais que eu viva, não sei engolir palavras duras. Descobri que minha pele não aceita esse tipo de coisa. E por mais que eu seja forte, preciso admitir, não sou forte o suficiente para abraçar um mundo sujo. Gosto de gente clara. Sinto as pessoas, de longe. Não nego que me engano – ou que insisto em me enganar. Eu e minhas segundas chances. Já viu isso? Dou segunda chance para quem mal conheço, mas me castigo até o fim por deslizes em chãos escorregadios.
Clarissa Corrêa.    (via quase-heroi)
?

Porque quando tu ama, ser fiel é um prazer, e não um sacrifício.

Johnny.   (via quase-heroi)
?
Mas eu te via em tudo, por que achava que você era tudo.
Hazel and Noah (via returneed)
?
Sonhava alto demais, vivia nas alturas e acordava num abismo de decepções.
Clara Brandão.  (via returneed)

^